Clitóris, simples assim.

March 6, 2017

O clima na Concentração Invertida continua quente neste verão.

A pauta do mês aqui no Blog é sexualidade feminina, na postagem anterior falei sobre ejaculação feminina  e nessa postagem vou falar sobre clitóris, então sugiro que você deixe de lado o que acha que sabe para receber informações e senti-las sem preconceitos.
Antes de começar a falar sobre clitóris mesmo, acho justo fazer uma breve passagem sobre anatomia vaginal, é importante lembrar que os lábios externos (ou grande lábios), não são considerados parte do clitóris e sim da vulva.

 


(Imagem - Google)  

 

 

 

 

A vulva tem uma beleza bem particular, cada mulher tem a sua vulva e deveria em tese, conhece-la. Se você ainda não conhece fica ai o convite e estimulo da Concentração Invertida para conhecer, existe uma cartilha muito legal sobre, elaborada pelo Coletivo Feminista de Saúde e Sexualidade  procure saber mais.
Após essa breve introdução, agora podemos vamos falar dessa parte mágica do corpo feminino....CLITÓRIS!

 

 


 

 (Imagem: Google)

 

 


Essa ai é uma ilustração do seu clitóris, uma beleza incomum não é mesmo?
As partes visíveis onde começa o clitóris, encontram-se no ponto em que a abertura dos lábios externos se encontram, bem na base do monte púbico. Os lábios internos também fazem parte do clitóris visível. Por isso quando você for tocar-se ou receber o toque, não esqueça da estimulação nessa região também. Desprovidos de pelos, a aparência dos lábios internos não muda muito de uma mulher para a outra, sua cor varia entre o pêssego pálido ao arroxeado, vinho ou chocolate escuro, podendo escurecer depois que a mulher dá a luz. Sua textura pode ser lisa, límpida, quase translúcida, ou muito enrugada.
E repare que eu disse as partes visíveis do clitóris, isso confirma que temos clitóris internamente também, mas já vou chegar lá.
Segundo o livro A verdade sobre o clitóris, o clitóris tem uma glande também, é a protuberância de peculiar sensibilidade que, é a joia do sistema clitoridiano. A glande feminina, porém, apresenta uma diferença assombrosa e instigante: há, nela, entre seis e oito mil terminações nervosas sensoriais, mais que em qualquer outra estrutura do corpo humano, masculino ou feminino.
Você compreende melhor agora o seu clitóris e o poder de sensibilidade, prazer e empoderamento que tem? É estimado que esse número é equivalente a quatro vezes o da glande do pênis. É o poder! Há!
Toque, pressão e vibração funcionam maravilhosamente bem, pode explorar que não tem nada demais viu?!

Agora sim, cheguei no ponto das partes internas do clitóris, vou falar de forma bem resumida, para conhecimento geral e básico, estou deixando referências aqui no final da postagem para quem quiser estudar (e também estudar-se). 

 

(Fonte da imagem: Google)

 



o conjunto de glândulas em torno da uretra são a fonte da ejaculação feminina!!
Se no geral, a maioria das mulheres não conhecem a parte do clitóris externa, imagina interna. Existem várias camadas ocultas a partir da parte externa, essas camadas foram chamadas por Mary Jane Sherfey de "usinas de orgasmos". <3Os exercícios pélvicos são super importantes nesse contexto, pois trabalham a região proporcionando a consciência, fortalecimento e conhecimento da região. Tanto como professora de Yoga como Doula eu reforço o lembrete do assoalho pélvico, dando atenção especial nessa região. Minhas alunas que digam, haha.

Essa foi a postagem sobre o clitóris, espero de verdade que você possa (re)descobri-lo!  
 A esponja uretral é uma parte importante desse sistema clitoridiano complexo,

 

 

 

( Imagem Gabriella Arruda )

 

 


 


Bibliografia sugerida:
A verdade sobre o clitóris - Rebecca Chalker 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Posts em destaque

Simbologia dos ajustes na pratica de Yoga

November 21, 2017

1/2
Please reload

Marcadores
Posts recentes

November 21, 2019

November 15, 2019

October 21, 2019

September 22, 2019

Please reload

 Concentração Invertida  
concentracaoinvertida@gmail.com

  • Instagram